"O desejo de um homem convícto é o primeiro passo em busca de um ideal a ser conquistado."
Heslley Couto



terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O verdadeiro sentido do Natal!

O verdadeiro sentido do Natal!


Dêem uma olhada neste vídeo, que retrata o verdadeiro sentido do Natal - ele é muito bacana, e tem uma linguagem simples e bem humorada.

A mensagem é transmitida em forma de cordel(Literatura de cordel é um tipo de poema popular, originalmente oral, e depois impressa em folhetos rústicos ou outra qualidade de papel, expostos para venda pendurados em cordas ou cordéis, o que deu origem ao nome originado em Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes).
Os amigos leitores que não são brasileiros, poderão ter alguma dificuldade em compreender o sotaque nordestino, com qual o vídeo é narrado. Por isso, qualquer dúvida, postem um comentário, e tentarei respondê-los!

Espero que gostem!

video

Obs: Se não conseguirem ver o vídeo aqui pelo blog, assistam por este link do youtube: http://www.youtube.com/watch?v=wVTrNzPuem4

Um santo e feliz Natal!

Grande abraço!

Heslley Couto

sábado, 11 de dezembro de 2010

It is never too late.

Well,I will try to write some words in english today.

This is my first time wrinting here in another language and I would like to talk about the following theme: the importance of learning another language.

Today we live in a global world,the communication is very important for us, mainly in English.

And that is why it is important to learn how to speak English. It is never too late to start. Unless you start, you will always find it hard.

Your age, your job or your vocation does not matter. You need and can start learning English now.

Think about it!

Watch the video below, which talks exactly about this subject.



http://www.youtube.com/watch?v=KyJDeF2RHMw&feature=related


DID YOU SEE THE IMPORTANCE OF SPEAKING ANOTHER LANGUAGE?

God bless you.

A hug



Tradução:

Bem, vou tentar escrever algumas palavras em Inglês hoje.

Esta é minha primeira vez aqui escrevendo em outro idioma e eu gostaria de falar sobre o seguinte tema: a importância de aprender uma outra língua.

Hoje vivemos em um mundo globalizado, a comunicação é muito importante para nós, principalmente em Inglês.

E é por isso que é importante aprender a falar Inglês. Nunca é tarde para começar. A menos que você começe, você sempre vai achar que é difícil.

Sua idade, seu emprego ou sua vocação não importam. Você precisa e pode começar a aprender Inglês agora.

Pense nisso!

Assista ao vídeo abaixo, que fala exatamente sobre este assunto.

Você viu a importância de falar outro idioma?

Deus te abençoe.

Um abraço!

Heslley Couto.

terça-feira, 23 de novembro de 2010


Heslley Couto recuperado no Chaves
Por Paulo Horta

A recuperação de Heslley Couto para o jogo de amanhã, em casa, com o Vizela foi confirmada hoje, no treino que encerrou a semana de preparação dos flavienses.

O técnico Luís Miguel recebeu luz verde do departamento médico para incluir o jogador na lista de convocados e Heslley é um dos nomes chamados a disputar a partida antecipada da 11.ª jornada da zona Norte da 2.ª Divisão.

Ainda assim, o treinador assinala a ausência de Silvestre no quadro de soluções. A recuperar de uma lesão, o jogador mantém-se afastado dos exercícios do plantel.

19:28 - 20-11-2010

sexta-feira, 19 de novembro de 2010



Desportivo Chaves: Três dúvidas para o Vizela
Por Redacção

O Desportivo de Chaves cumpre domingo o jogo antecipado da 11.ª jornada da zona Norte da 2.ª Divisão, frente ao Vizela, em Trás-os-Montes.

Para esse jogo, o treinador Luís Miguel aguarda ainda pelo parecer clínico em relação à lesão do defesa Silvestre.

Praticamente recuperados estão Heslley e Ricardo Nogueira, que ainda se treinam condicionados mas devem regressar à lista de convocados.

Recorde-se que a equipa transmontana ocupa o terceiro lugar, a escassos três pontos do líder Tirsense.

Fonte: www.abola.pt

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Um passo...


Um passo.

Quase sempre sabemos o destino ao darmos o primeiro passo – outras vezes o passo só é dado para estimular um novo destino. Mas o primeiro, este sim, como é essencial!

Passos firmes, passadas largas, passos brandos… Passos sempre levam a um destino – passe o tempo que for necessário, mas se continuar caminhando, você chega lá.

Os caminhos nem sempre ajudarão na jornada. Que tal então preparar-se bem – leve sempre consigo calçados confortáveis, que se ajustem aos pés e facilitem a caminhada! Mas se por algum contratempo da estrada, você tiver que andar descalço, não se preocupe, o contato dos pés com o chão pode te levar a uma sensação de liberdade, e o novo passo poderá se tornar mais suave.

Então, que tal sair da "zona de conforto", adestrar os passos e seguir em frente?


Deus te ajude na caminhada…

Heslley Couto.

sábado, 13 de novembro de 2010




www.abola.pt - Últimas Desporto Actualizações a cada 5 minutos.

abola.pt - Últimas Outros Mundos D. Chaves: Heslley Couto e Ricardo Rocha preocupam.
Por Nuno Pedro Fernandes

O plantel do Desportivo de Chaves cumpriu hoje folga, como tem sido habitual às terças-feiras desde que Luís Miguel assumiu o comando técnico dos flavienses, que retomam o trabalho amanhã, com dois treinos (10 e 15.30 horas) no Estádio Municipal de Chaves.

Os centrais Ricardo Rocha e Heslley, habituais titulares no onze transmontano, sofreram lesões aparentemente ligeiras no último jogo, com o Camacha e serão reavaliados antes do início do primeiro treino do dia de amanhã.
20: 41 09-11-2010

domingo, 24 de outubro de 2010

Essência.


Que Deus abençõe e cuide do meu ser.
Que eu possa ter a sensibilidade de uma criança diante das pequenas coisas.
Que meus atos sejam moldados pelo caráter e doçura.
Que meus sonhos não sejam frustrados pelos meus medos.
Que meus erros não se tornem pesados aos que me rodeiam.
Que minha voz tenha a humildade de calar no momento certo.
Que minhas palavras não firam sempre quem as escute.
Que eu seja forte na medida certa.
Que meu sorriso não seja somente um acaso.
Que eu assimile que aprender todos os dias é uma tarefa preciosa.
Sei que muitas vezes não conseguirei alcançar estes desejos, e quando eu nada disso conseguir, que eu me apoie na essência das virtudes, que es Tu, Senhor.


Que assim seja!

Heslley Couto.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

"O tempo é relativo".


O tempo é relativo. Nem é preciso ser um expert para tentar perceber isso! O tempo de espera em uma fila costuma ser bem “maior” do que o tempo passado em uma boa companhia, por exemplo - mesmo ambos tendo o mesmo percurso cronometrado! Já reparou nisso, não é?!
Pois é, o tempo que fiquei sem escrever no blogue, para mim pareceu uma eternidade – vou tentar não deixar que este tempo, a falta dele, ou até mesmo a comodidade que o tempo as vezes nos proporciona, me cesse por algum tempo de escrever. ..

Existe uma frase sobre o tempo que eu acho no mínimo curiosa e interessante, que é: “dar tempo ao tempo”. Será que o tempo precisa mesmo de acréscimos de tempo, ou quem precisa que o tempo nos dê mais tempo somos nós?!
“ Ando sem tempo, hoje em dia não se tem tempo para nada, preciso encontrar um tempo livre, se der tempo eu vou, quanto tempo falta?” Estas e outras frases sobre o tempo estão sempre presentes nos nossos dias. Quase todo tempo nos certificamos de lembrar que o tempo é curto. "O tempo não para", já dizia o poeta. Mas será que sempre usamos este tempo de forma correta? Ou será que ainda dava tempo de fazer algo mais com o tempo?!

Aproveite bem este presente de DEUS que é o tempo! Vai lá, ainda da tempo!

Deus vos abençoe…

Heslley Couto

Ps: Se der tempo, comenta!

sábado, 8 de maio de 2010

Ainda que caia...




Ainda que caia...

A derrota deixa marcas no íntimo, na alma, no espírito, na calma…
A derrota nos faz refletir, desejar, ponderar, regredir…
A derrota nos torna mais frágeis, mais fortes, mais puros, mais débeis…
A derrota nos instiga, nos aconselha, nos transforma, nos fatiga…
A derrota é necessária, é transitória, é dolorida, é temporária…
Cicatriza, restitui, conduz, sara…

“ Ainda que caia não ficará prostrado, porque o SENHOR o sustenta pela mão.” (SALMO 36, 24)

DEUS vos abençoe e ajude a superar as “derrotas” da vida…

Sinceramente.

Heslley Couto

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sonho de "miudo"!


Sonho de "miudo"!

Não é por um mero acaso que o futebol é tão popular – não se trata de uma ciência exata. Não se pode antecipar uma vitória e nem se pode lamentar uma derrota antes do último sopro do árbitro dando por encerrada a “batalha”.

O futebol tem o poder de mudar a vida de um atleta em minutos. Em uma jogada você pode passar de um desconhecido para uma “nova estrela”!

Tive a felicidade de presenciar um destes momentos na semana passada. Um companheiro de equipe, que havia concretizado apenas 15 minutos no campeonato Português da Liga de Honra, e que na Taça de Portugal ainda não havia atuado, entrou para história do clube e do futebol português ao entrar na partida das semi-finais da Taça e marcar dois gols, nos dando a vaga para a grande final – contra o Porto.

O “miúdo”, como é carinhosamente apelidado pelos companheiros de equipe - apelido que tem a ver com a sua pouca idade - acabara de completar 19 anos e viveu uma semana mágica. Além da felicidade de entrar na partida, fazer dois gols e levar o time à final de um campeonato muito importante, foi convocado para a seleção portuguesa sub-20.

É por estas e por outras que o futebol continua contagiando a tantos.

Foi preciso sorte para estar no momento certo?! Sim, não discordo disso. Mas acredito que além disso, existiu o trabalho, a competência e a fé. Sem elas, ele não estaria preparado e a oportunidade não seria abraçada.

Fica então para todos nós, o exemplo deste grande “miúdo”!

Fé e mãos à obra!

Deus vos abençoe!

Grande abraço!

Heslley couto!

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Equilibrio.


Equilibrio.


Quando não ouço também a voz do coração, raramente minha racionalidade se impõe com a certeza de quem tomaria uma decisão correta.

Decisão correta?! Para o coração, ou para a razão? Ambas caminham juntas? Se não caminham, acho que deveriam. O equilíbrio de ambas pode ser a “alma do negócio" - mesmo que a menor distância entre estes dois pontos não seja uma reta!

Que DEUS vos ajude a discernir bem e a encontrar este equilíbrio.

Grande abraço!

Heslley Couto

segunda-feira, 1 de março de 2010

" O Fado e o Cuitelinho."

Já mencionei a vocês no post de 06/12/09 que a música me influencia bastante, me motiva e me leva a muitos sentimentos… E na semana passada tive uma destas experiências ao ir no show da fadista portuguesa Carminho.

Tentarei descrever este momento assim: a fadista canta e interpreta com o misto de sentimentos que o fado nos destina - a saudade, a tristeza, o amor, etc. Meu olhar se desvia para uma senhora que senta à minha frente, ao lado esquerdo. Seus traços, marcados pelos sinais do tempo, seus cabelos brancos, quase
ocultados pelo lenço negro que lhe envolvia a cabeça, seu olhar atento e profundo, me levaram a tentar desvendar sobre quais pensamentos aquela música a levara, quais lembranças aquelas melodias a remetia. Saudade?! Do quê? De quem? Enquanto viajo nos seus pensamentos, a música acaba. Suas mãos experientes, outrora apoiadas à bengala, agora aplaudem delicadamente a fadista e seus músicos. Um sorriso que quase não se nota surge timidamente em seus lábios, talvez como um agradecimento aos sentimentos que surgiram. Mas, logo se finda, e a face se torna novamente expectante, novamente à espera de um fado, de um destino!

Realmente a música tem este “dom” de nos presentear com sentimentos, sejam eles quais forem.

Nota: Vinicius de Moraes, escreveu um fado para Ámalia Rodrigues (maior fadista de todos os tempos) e deu o nome de “Saudades do Brasil em Portugal” . A letra fala do mar que separa o Brasil de Portugal, mas também os une, e diz também que este mar é formado pelas lágrimas que o autor derrama.

Por falar em saudade, algumas músicas me levam a este sentimento tão nobre. Gostaria de partilhar trechos de uma delas com vocês. A música se chama “Cuitelinho”, música de domínio público (não tem autoria conhecida), e fala com muita simplicidade deste sentimento:

Ai quando eu vim da minha terra Despedi da “parentália…”

(...)

Enfrentei fortes “batáia”,ai…

(...)

A tua saudade corta Como aço de “naváia”
O coração fica aflito Bate uma, a outra "faia"

E os “óio” se enche d´água
Que até a vista se “atrapáia”, ai...

Seja qual for o género músical, a música tem sempre uma mensagem, um “feeling” à nossa espera! Vivam estes sentimentos, desfrutem destes instantes que a música nos proporciona!

Um forte abraço, e bons “feelings”!

DEUS vos abençoe!

Heslley Couto





video

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Como saber a hora certa de parar?



Como saber a hora certa de parar?

Eis ai uma questão complexa, cheia de respostas “variáveis”.

Bem, isso ainda não ocupa meus pensamentos com regularidade, mas ocasionalmente me pego a pensar nesta questão. Não como algo que me incomode e sim como uma dúvida que creio, permeie os pensamentos da maioria dos atletas de alta competição e não só os “boleiros”.

Temos grandes exemplos no futebol de jogadores que apesar da “idade avançada”, desmitificaram os prognósticos, e atuam ou atuaram em competições de alto nível.

O que dizer então do ciclista norte-americano Lance Amstrong e do piloto alemão Michael Schumaquer - “seria a volta dos que não foram!?” Ambos dispensam apresentações e no auge dos seus 38 e 41 anos de idade respectivamente estão de volta às competições. Será que eles não souberam a hora certa de parar? De qualquer maneira, o esporte é quem ganha com a volta destes dois ícones!

A idéia entre continuar a carreira e parar definitivamente, também já atraiu e deixou em dúvida outros grandes nomes do esporte, como os craques brasileiros Pelé e Zico, o surfista Kelly Slater, o boxer George Foreman, entre outros...

Não só no esporte, e também no mundo corporativo estas questões estão presentes. O respeitado empresário Bill Gates, fundador da Microsoft e um dos pioneiros na revolução dos computadores..anunciou seu “afastamento” da Microsoft.

Observando um companheiro de equipe - o português Carlos Pinto, que no próximo mês completa 37 anos e vive uma excelente fase; “corre como um garoto” e tem a experiência que lhe permite dosar bem os níveis de esforços durante a partida. Resolvi questioná-lo, sobre como ele encararia o momento de parar. E publiquei neste post um papo de boleiro que tive com ele sobre tais questionamentos:

1)Com o futebol moderno mais dinâmico e com mais “exigência física”, você acredita que a vida “útil” do profissional tende a diminuir com estas exigências?

R:A vida de um profissional depende muito das lesões e da vida que leva fora do campo.

2)Esta vivendo uma fase fantástica, considera esta a melhor fase de sua carreira?

R:Sem dúvida que sim, tem sido excelente a todos os níveis e espero ter a cereja no topo do bolo no dia 16 de Maio, que será a final da taça de Portugal .

3)Já escolheu o que fazer após terminar sua jornada como jogador profissional? Tem receio deste momento?

R: Quero continuar ligado ao futebol, já tenho o nível 1 de treinador (curso de treinador realizado em Portugal, que contém 4 níveis) Já em relação ao receio, não existe, tudo tem um começo e um fim! Estou preparado para esse dia.

4)Quais conselhos você daria para os jogadores mais jovens?

R: Penso que neste caso posso ser útil, pois fui um mau profissional no início de carreira e sei o preço que paguei por esse erro. Por isso o meu conselho seria levarem esta profissão a sério, trabalhar sempre nos limites, seriedade, humildade, caráter e ambição nunca poderão faltar.

5)Agora a pergunta que intitulou o tema deste post: Como saber a hora certa de parar?

R: No dia que sentir que não estou sendo “útil”.

Bom, acredito que isto é uma questão muito íntima e individual. Cada um conhece os seus limites, as suas ambições, as suas condições (físicas e psicológicas).. Temos então, a questão fisiológica que deve ser levada em conta, pois até que ponto meu corpo responderá bem às exigências que o desporto requer?

Independente do que fazemos, o prazer e a satisfação com que exercemos nossas funções, devem estar sempre presentes. Tá certo que uma grande parcela dos trabalhadores, ainda não encontrou esta “paixão”, mas ainda há tempo!

Boa sorte, em busca desta “paixão”!

Fica aqui a pergunta - Como saber a hora certa de parar!?

Grande abraço, e que DEUS vos abençoe!

Heslley Couto

sábado, 30 de janeiro de 2010


Deus te abençõe, meu filho!

A vida é um aprendizado constante. E hoje aprendi a lutar com mais “doçura”. Aprendi que embora possamos passar por grandes tribulações, e mesmo que estas nos deixem “inabilitados”por vezes, devemos sempre permanecer fortes.

Encontrei este exemplo, em uma pessoa tão simples. Sujeito pacato, dono de uma fala tranquila.. Que a princípio dificilmente subjugaríamos que neste ser tão humilde, se encontrasse tamanha sabedoria e fé!

Aprendi que de nada vale nos lamuriarmos, nos afligirmos, nos abatermos. Aprendi também que alguns exemplos podem ensinar mais que uma enciclopédia.

A ultima frase que escutei deste humilde homem foi a seguinte: Deus te abençoe, viu, meu filho. Que Deus te abençoe! A sua voz já não tinha a mesma força, a mesma firmeza, mas a mensagem transmitida a cada palavra, esta sim era de muita força, de muita coragem, muita fé, muita luta e acima de tudo, muita mansidão!

Infelizmente não poderei escutar dele, mais uma vez esta frase, mas a mensagem ficará guardada sempre em meu coração.

Obrigado por todos os aprendizados,tio Junior!

Saudade!

Heslley Couto
video

sábado, 23 de janeiro de 2010



Fonte: Sportinveste Multimédia
sábado, 23 Janeiro 2010

Desportivo Chaves: Hesley regressa aos convocados
O regresso de Hesley é a grande novidade nos convocados do Desportivo de Chaves para o jogo de domi ...

SportInveste Multimédia

O regresso de Hesley é a grande novidade nos convocados do Desportivo de Chaves para o jogo de domingo com o Beira-Mar, que encerra os oitavos-de-final da Taça de Portugal. Contrariedade para os flavienses é a ausência do lateral-esquerdo Eduardo, que não recuperou de uma lesão. De fora continua Siaka Bamba, que cumpre domingo o segundo jogo de suspensão. O jogo disputa-se domingo, às 15 horas, no Estádio Municipal de Chaves, e será arbitrado pelo portuense Vasco Santos.Lista de convocados:- Guarda redes: Rui Rego e Daniel Casaleiro- Defesas: Danilo, Lameirão, Ricardo Rocha , Hesley e Nelson.- Médios: Carlos Pinto, Castanheira, Bruno Magalhães, Samson, Flávio Igor e João Fernandes.- Avançados: Clemente, Diop, Edu., Vítor Silva e Karim.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Carpe diem!




Carpe Diem!

Cada segundo vivido é uma dádiva de DEUS! Repare que recebemos muitas graças ao longo do dia, e raramente nos damos conta de quão “sortudos” somos. Por isso, usufrua de cada instante do seu dia.

Pense na sua próxima ação. O quê iria fazer após ler este post? Se ainda não tem resposta, busque fazer algo interessante, algo que lhe dê prazer, que lhe fará feliz, lhe fará crescer..E lembre- se que as pessoas ao nosso redor são aliadas e também presentes de Deus neste processo.

Bom proveito!

Paz e alegria!

Heslley Couto

domingo, 10 de janeiro de 2010

Um dia frio...





Um dia frio..

Meu despertador toca sempre 10 minutos antes que eu tenha que acordar. Uso esta estratégia para não perder aqueles minutinhos de preguiça, que teimam em não me deixar levantar. Confesso que meu subconsciente (que não é bobo nem nada), já se apercebeu disso, e por vezes nem liga ao primeiro despertar. Danadinho! Mas quem nunca se deixou levar por estes “minutinhos a mais”, que atire o primeiro travesseiro!

Acordei com vontade de dormir. Deve ser o frio, aliás frio este para pinguim nenhum botar defeito! É preciso coragem para levantar da cama quentinha e enfrentá-lo. Termômetro? Deve estar beirando o negativo. Ainda não está nevando, mas a moça da previsão do tempo disse que nevará.

O despertador toca novamente. E já diz o sábio ditado popular: “passarinho não deve nada a ninguém e já está acordado faz tempo.” É hora de levantar e ir treinar.

Mas hoje é domingo, é normal ter jogo? É sim, a equipe viajou ontem. Não fui convocado, ainda preciso aprimorar minha parte física (estive lesionado 45 longos dias). Por isso, não há folga. E graças a DEUS por eu estar recuperado e poder ir treinar, mesmo com toda esta “carência de calor”.

Um dia frio quase nunca é quente? Bem, um dia frio é repleto de assimetrias: pés frios pedem meias que o aqueçam, casa fria requer lareira, aquecedor…Ou seja, um dia frio pode se tornar quente, apesar de uma “incubação no lar” ser necessária!

O frio nada mais é do que a ausência de calor. Seria muito eufemismo dizer que não estou com frio, e sim com ausência de calor!? Acho que ao dizer ausência de calor acabamos sendo mais subjetivos. Isso nos remete a peregrinar em pensamentos.. Dá um ar mais romântico!
Será por isso é que dizem que o frio é romântico!? Particularmente, acho que a teoria só é válida quando a ausência de calor é vencida!

Lá vou eu suprindo a ausência de calor, também conhecida como frio. Ansiando por temperaturas mais elevadas. E olha que não sou adverso ao frio, mas prefiro não me ausentar por muito tempo do calor!

"Um dia frio, um bom lugar para ler um livro e o pensamento lá em você. "

Muita paz e calor em vossos corações!

Forte abraço!

Heslley Couto

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

FELIZ 2010!!!



Feliz 2010!

Desejo um feliz e abençoado 2010 a todos. Que DEUS continue a abençoar e guiar os planos de vocês em 2010!
Muita saúde, paz, sabedoria e discernimento para encarar os desafios..

O restinho do ano passado foi um período de partilha e muita alegria com a minha família e amigos, lá no Brasil. Foi maravilhoso poder passar o natal por lá! Já fazia bons anos que isso não acontecia. Realmente foi um presente de DEUS!

Agora com a “bateria recarregada”, espero escrever sempre que possível.

Um forte abraço, e que 2010 seja um ano de conquistas, em todos os sentidos!

Sinceramente.

Heslley Couto